O Instituto Fiocruz (Rio de Janeiro, Brasil)

Castelo_fiocruz_panoramico

Missão

Produzir, disseminar e compartilhar conhecimentos e tecnologias voltados para o fortalecimento e a consolidação do Sistema Único de Saúde (SUS) e que contribuam para a promoção da saúde e da qualidade de vida da população brasileira, para a redução das desigualdades sociais e para a dinâmica nacional de inovação, tendo a defesa do direito à saúde e da cidadania ampla como valores centrais. (Aprovada no VI Congresso Interno)

 

Visão

Ser instituição pública e estratégica de saúde, reconhecida pela sociedade brasileira e de outros países por sua capacidade de colocar a ciência, a tecnologia, a inovação, a educação e a produção tecnológica de serviços e insumos estratégicos para a promoção da saúde da população, a redução das desigualdades e iniquidades sociais, a consolidação e o fortalecimento do SUS, a elaboração e o aperfeiçoamento de políticas públicas de saúde.

 

Valores

Os valores da Fiocruz, pautados pela relevância da atuação da organização para a sociedade, são os alicerces de atitudes, comportamentos e características que configuram a doutrina essencial da organização. São valores da Fundação:

 

1 – Compromisso institucional com o caráter público e estatal.

2 – Ciência e inovação como base do desenvolvimento socioeconômico e da promoção da saúde.

3 – Ética e transparência.

4 – Cooperação e integração.

5 – Diversidade étnica, de gênero e sociocultural.

6 – Valorização dos trabalhadores, alunos e colaboradores.

7 – Qualidade e excelência.

8 – Redução das iniquidades.

9 – Compromisso com as principais metas de transformação social do Estado brasileiro.

10 – Compromisso socioambiental.

11 – Democracia participativa.

12 – Democratização do conhecimento.

13 – Educação como processo emancipatório.

Pesquisa e Ensino

Na Fundação Oswaldo Cruz são executados mais de mil projetos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico, que produzem conhecimentos para o controle de doenças como Aids, malária, Chagas, tuberculose, hanseníase, sarampo, rubéola, esquistossomose, meningites e hepatites, além de outros temas ligados à saúde coletiva, entre os quais a violência e as mudanças climáticas, e à história da ciência.

A Fiocruz é a principal instituição não-universitária de formação e qualificação de recursos humanos para o SUS e para a área de ciência e tecnologia no Brasil. Possui 18 programas de pós-graduação stricto sensu em diversas áreas, uma escola de nível técnico e vários programas lato sensu.

foto rogerio reis_cursos

Todas as unidades técnico-científicas da Fiocruz desenvolvem programas de pós-graduação stricto sensu, com cursos de doutorado, mestrado acadêmico ou profissional. São 32 programas, inseridos em dez áreas de avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

A Fundação oferece ainda diversos cursos de pós-graduação lato sensu (especialização, aperfeiçoamento, atualização e residência); e de educação profissional, por meio da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz). O Sistema de Gestão Acadêmica usado pela Fiocruz é a PlataformTodas as unidades técnico-científicas da Fiocruz desenvolvem programas de pós-graduação stricto sensu, com cursos de doutorado, mestrado acadêmico ou profissional. São 32 programas, inseridos em dez áreas de avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

A Fundação oferece ainda diversos cursos de pós-graduação lato sensu(especialização, aperfeiçoamento, atualização e residência); e de educação profissional, por meio da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz). O Sistema de Gestão Acadêmica usado pela Fiocruz é aPlataforma Siga.

Também estão disponíveis cursos de pós-graduação lato sensu e educação profissional na modalidade a distância.

Informações sobre cada curso.

Também estão disponíveis cursos de pós-graduação lato sensu e educação profissional na modalidade a distância.

 foto peter ilicciev (12)

Bolsas

A Fiocruz oferece bolsas para estudantes, profissionais e pesquisadores, em programas que abrangem desde os alunos do ensino médio até doutores formados em instituições nacionais e internacionais. São eles:

Pesquisador Visitante

Programa de Pesquisador Visitante (PV) tem o objetivo de fixar pesquisadores para atuarem em projetos de pesquisa científica e de desenvolvimento tecnológico, bem como nos programas de pós-graduaçãostricto e lato sensu, nas áreas das ciências da saúde (pesquisa clínica e em saúde pública), das ciências biológicas (pesquisa em biociências) e das ciências sociais e humanas em saúde junto às unidades da Fundação Oswaldo Cruz.

O público-alvo são pesquisadores com doutorado concluído em instituições nacionais e internacionais. O programa apresenta as modalidades de pós-doutorado júnior, de pesquisador sênior e de especialista visitante. O acompanhamento de bolsas do Programa Pesquisador Visitante ocorre através de Workshop de Avaliação. Este evento foi elaborado para avaliação dos pesquisadores que solicitaram renovação de bolsa por um período de 12 meses. A seleção ocorre através de edital público.

Mais informações: (21) 3885-1713
E-mail: programapvisitante@fiocruz.br

Programa de Inovação Tecnológica (Inovatec)

O Programa de Inovação Tecnológica (Inovatec) tem como objetivo fomentar projetos desenvolvidos no âmbito das diversas unidades técnico-científicas da Fiocruz, através da concessão de bolsas para recursos humanos. Os coordenadores solicitam bolsas para seus projetos em diferentes áreas e estes devem ser alinhados aos macroprojetos estratégicos definidos pelo Congresso Interno da Fiocruz. São candidatos às bolsas – que têm duração de 12 meses, renováveis por mais 12 – os profissionais de nível superior e/ou pós-graduados, qualificados em atividades necessárias à pesquisa, ao desenvolvimento tecnológico e à produção em saúde.

Mais informações: 3885-1713 ou 3885-1827
E-mail: inovatec@fiocruz.br

Programa de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic)

O objetivo do programa de Iniciação Científica (Pibic) é estimular pesquisadores produtivos a envolverem estudantes de graduação nas atividades científica, tecnológica, profissional, artística e cultural e proporcionar ao bolsista, orientado por pesquisador qualificado, a aprendizagem de técnicas e métodos de pesquisa, bem como estimular o desenvolvimento do pensamento cientifico e da criatividade, decorrentes das condições criadas pelo confronto direto com os problemas de pesquisa.

Mais informações: (21) 3885 – 1630 ou (21) 2598-4305 (ramal 1630)
E-mail: pibic@fiocruz.br

Programa de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação (Pibiti)

A dinâmica e procedimentos do Pibit são exatamente iguais aos do Pibic. A diferença está no conteúdo do projeto de pesquisa. Um projeto Pibiti deve ter viés de tecnologia, inovação ou tecnologia social. O CNPq afirma: “o Pibiti tem por objetivo estimular os bolsistas nas atividades, metodologias, conhecimentos e práticas próprias ao desenvolvimento tecnológico e processos de inovação”.

Mais informações: (21) 3885-1630
E-mail: pibiti@fiocruz.br

Provoc

Criado em 1986 pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV), o  Programa de Vocação Científica (Provoc) incentiva e apoia estudantes a desenvolver pesquisas em saúde nas áreas Biomédica, Saúde Pública, História e Filosofia da Ciência. O programa compreende duas etapas: a Iniciação, com duração de um ano, na qual os alunos participam de diferentes atividades de pesquisa científica, familiarizando-se com a dinâmica atual da produção de conhecimentos científicos e tecnológicos nas diversas áreas; e a Avançada, com duração de 20 meses, que é opcional para os alunos provindos da etapa anterior e que envolve a elaboração de um plano de trabalho em que as questões identificadas na primeira etapa são aprofundadas e discutidas.

Nestes 26 anos de existência, o Provoc já formou 2 mil estudantes de diversas instituições públicas de ensino que firmaram convênio, acordos de cooperação técnica ou termos de compromisso com a EPSJV. Em 2011, a Escola também fechou parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), podendo assim conceder bolsas aos alunos que passarem por processo seletivo, por meio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio (Pibic-EM).

Mais informações: (21) 3865-9738, 3865-9740 ou 3865-9741
E-mail: provoc@fiocruz.br

Campus Sede:

Av. Brasil, 4365 – Manguinhos, Rio de Janeiro – CEP: 21040-900 – Tel: (0xx21) 2598-4242