Rock in Rio 2013 (Brasil)

Sin títulorioUm dos shows mais famosos do Mundo, volta a dar alegría aos fã no Rio de Janeiro, neste ano. Nos três primeiros dias de Rock in Rio, o público foi brindado com várias atividades: saiu do chão com Ivete Sangalo, rebolou com Beyoncé, cantou junto com o Capital Inicial. Para os quatro dias que vão encerrar o festival, a partir da próxima quinta-feira, a notícia boa e a má são uma só: o recreio acabou. Para as noites com Metallica, Bruce Springsteen e Iron Maiden nos postos de comando, saem roupas coloridas e entram camisas pretas (das quais se teve um trailer no sábado, com o público de Muse, Offspring e Ramones), sai boa parte dos jovens, entram barrigas e carecas. E o rock do sábado voltará, ainda mais pesado.

Coincidência ou não, o pop dominou o primeiro fim de semana do festival. Na sexta e no domingo, principalmente, proliferavam os casais e grupos de jovens — se Beyoncé, Ivete ou Justin Timberlake atraíram grande parte do público, outros saíram de casa para aproveitar o programa Cidade do Rock. Um pulo no festival, uma volta na roda-gigante, uma adrenalina na montanha-russa, um homem de saia tocando gaita de foles na Rock Street. Tradicionalmente, os dias de apresentações de bandas como Iron Maiden e Metallica são aqueles em que o público está mais interessado nos próprios shows do que no fascinante entorno dos palcos da Cidade do Rock: o consumo de cerveja aumenta, e o de frufrus em geral cai. Quem por acaso tiver um ingresso nas mãos e não achar graça nas bandas pode se despencar para a Zona Oeste que vai valer a pena, pelo resto da diversão disponível, sem tantas filas.